13/04/2013

África, futuro mais que perfeito








ÁFRICA, FUTURO MAIS QUE PERFEITO


se o meu canto assenta o axé
é que deixei o pranto acabrunhado
na primeira esquina de quatro pontas
sob o olhar desconfiado
de um guardião de muita fé


se o meu canto ainda lembra Palmares
(eita saudades...)
são lembranças de uma terra que não vivi
não senti o cheiro de seus lírios
o toque do marfim nas delicadas tranças
a beleza dos seus rios
espelhando seios de mulheres lindas(e são tantas)
meu canto é fruto de sonho coletivo
futuro mais que perfeito
é cantiga feminina, nas belas vozes das tias


quero que o meu canto reúna felicidade
alvoroço de crianças
sob o solzinho da tarde
África da paz, de amor sem fronteiras
e este é o nosso canto:


"Canta pra assentar o axé, iô
canta pra espalhar o axé...''

(Sergio Ballouk -in Enqto o tambor não chama)