20/02/2012

SUPER HERÓI










SUPER HERÓI


perambula o sol a pino
ferve a mente
o destino
fantasiado de pai
super herói de HQ
vendedor de algodão-doce na praia


caminhos isolados


primeiro grau é seu estudo
segundo o que contaram
de terceiro, a queimadura
na pele do homem-aranha
desidratação, delírio, miragem, pobreza


enquanto isso,
sob meninos
sombras não acompanham o balanço
que brinca sozinho
a diversão do parquinho


16/02/2012

destino incerto - (Lá vai maria)




DESTINO INCERTO
e lá vai Maria
resistindo ao sacode de todo dia
e lá vai Maria
enfronhada entre roupas de suas filhas
e lá vai Maria
gata borralheira da periferia
e lá vai Maria
destino incerto de tantas vidas
e lá vai Maria
o João já dorme no bar da esquina
e lá vai Maria
novamente estão na delegacia
e lá vai Maria
não era bem isso que ela queria
e lá vai Maria
não quer mais o sacode de todo dia
e lá vai Maria
autoestima entre os livros de suas filhas
e lá vai Maria
de longe vê o João e a bebida
  e lá vai Maria
João não vê mais Maria e suas filhas
e lá vai Maria
nunca mais o sacode de todo dia
e lá vai Maria
e lá vai Maria
e lá vai Maria...

GERALDO FILME




 Essa postagem é antiga, já feita neste espaço, mas gostei e postei de novo! 
 
Quem manda esta dica é o ACERVO SENZALINHA, fruto ininterrupto do Marcelo Moraes, produtor cultural, pesquisador antenado e conhecedor dos melindres que compõem  nossa vastíssima cultura.   Destaca programa de seu acervo, gravado da TV Cultura, sobre a vida e obra do distinto senhor acima:  Geraldo Filme.  Com  pai  violinista e  mãe , fundadora  do primeiro cordão carnavalesco formado só por mulheres negras( futura Escola de Samba Paulistano da Glória), Geraldo Filme boa pessoa certamente seria. E foi. Tanto que o menino tomou gosto pelo prazer  musical, artístico e revolucionário ambientado em casa, influenciando sua iniciação prematura – compôs seu primeiro samba aos dez anos de idade.  E não parou mais. Pelo Vai-Vai foi campeão com samba-enredo homenageando Solano Trindade e é sempre lembrado com o  "Vai no Bexiga pra Ver", samba elevado a hino da escola.
 “Escolas, eu peço o silêncio de um minuto. O Bixiga está de luto. A voz de Geraldo Filme emudeceu, pariu. Vai ter placa de bronze e ficou na história”, palavras de Oswaldinho da Cuíca, durante o velório do amigo.





REENCARNAÇÃO
Geraldo Filme

Pai, criador do universo
Quero lhe pedir perdão
Pelos erros cometidos
Espero não chamar seu nome em vão

A gente aqui na Terra erra
Muitas vezes sem razão
Peço ao Criador
Quero voltar na reencarnação

Sei que vou subir
Meu pensamento está na descida
Espero que o bom zambi me devolva
Tudo de bom que tenho nesta vida

O som do surdo e o atabaque
Sentir meu corpo tremer
Tomar a bença a Mãe Rosa
Pedrinho a me proteger
E as crianças me chamando de Tio Gê

Quero ser sambista
Ao renascer de novo
Pra cantar a alegria
E desventura de meu povo

Quero ter muitos amigos
Como tenho atualmente
Cantar samba na avenida
E nascer negro novamente

08/02/2012

Facebook: NEGRO É LINDO!



Curtir. Comentar. Compartilhar.  Ok, todo mundo já sabe que vou falar do Facebook, um universo particular dentro do universo da Internet. Como qualquer lugar virtual ou não, tem que saber entrar, como entrar e como sair. Isso vale pro boteco de final de semana ou pra galeria de arte do jardins. Porém tem muita coisa boa, que vale ser visitada, conhecida, partilhada, comentada e curtida. Pois é. Conheci uma page chamada NEGRO É LINDO.  Lá o pessoal mescla imagem e mensagem resultando um efeito muito interessante. Tive a oportunidade de ver que muitos dos poemas do "Enquanto o tambor não chama" estão muito bem acompanhados. Confira. 



ACORDE, IRMÃO
a porta foi destravada
se passa com dignidade
o sangue coagulou
formou cotas
comidas postas
ageuns conquistados
perca o medo e seja um
Xangô,Ogum
rei guerreiro
espalhe coragem
quebre tramelas
sobras em nossas mentes
entre na sala da universidade
escolha a carteira
seja ambidestro
há vitórias por todos os lados
acorde,irmão!